Mortes ultrapassam barreira de 650 mil em todo o mundo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A pandemia de covid-19 já matou mais de 650 mil pessoas e infetou 16,3 milhões em todo o mundo, quase um terço delas na Europa, desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, às 16:00 TMG de hoje, baseado em dados oficiais.

Segundo dados recolhidos pela agência noticiosa francesa, até às 16:00 TMG (17:00 de Luanda) de hoje, foram registadas 650.011 mortes, totalizando 16.323.558 casos (9.190.345 pessoas são consideradas curadas).

O número de óbitos duplicou em pouco mais de dois meses e mais de 100.000 novas mortes ocorreram desde 09 de julho.

A Europa continua a ser o continente mais afetado em termos de número de óbitos (208.138), mas a pandemia ainda está a progredir rapidamente na América Latina e nas Caraíbas, onde foram registadas 184.307 mortes.

Os Estados Unidos são o país com o maior número de óbitos (146.968 mortes) à frente do Brasil (87.004), Reino Unido (45.752), México (43.680) e Itália (35.112).

Em Portugal, morreram até hoje 1.719 pessoas das 50.299 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.