Angola ultrapassa os 900 casos e regista mais quatro mortes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Angola aumentou neste sábado o número de infeções por covid-19 para 916, com 36 novos casos e mais quatro óbitos nas últimas 24 horas, anunciou o secretário de Estado para a Saúde Pública.

No balanço epidemiológico diário, Franco Mufinda adiantou que os novos casos, todos de Luanda, com idades entre 22 e 63 anos, sendo 14 de sexo feminino e 22 do sexo masculino.

Os doentes que morreram tinham 14, 58 e outros dois 63 anos de idade, sendo três de sexo masculino e um feminino.

O país regista assim 916 infeções, com 39 óbitos, 242 recuperados e 635 ativos, entre os quais 12 em estado crítico.

Nas últimas 24 horas foram testadas 311 amostras das quais 36 positivas, num total de 58.323 já processadas.

Quanto aos testes rápidos, foram testadas 311 pessoas, das quais 37 foram reativas indicando exposição ao vírus ou possibilidade de se encontrarem numa fase ativa da doença.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

A pandemia de covid-19 já provocou cerca de 640 mil mortos, incluindo 1.716 em Portugal.

Em África, há 17.088 mortos confirmados em mais de 810 mil infetados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, a Guiné Equatorial lidera em número de infeções e de mortos (2.350 casos e 51 mortos), seguida de Cabo Verde (2.220 casos e 22 mortos), Guiné-Bissau (1.949 casos e 26 mortos), Moçambique (1.616 casos e 11 mortos), Angola (916 infetados e 39 mortos) e São Tomé e Príncipe (749 casos e 14 mortos).

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.