Milhares de israelitas protestaram nas ruas contra Benjamin Netanyahu

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Milhares de israelitas manifestaram-se hoje novamente contra o seu primeiro-ministro pela forma como Benjamin Netanyahu lidou com a pandemia, com manifestações em várias cidades do país e frente à sua residência oficial, em Jerusalém.

Os protestos, que decorrem há várias semanas, começaram pelo que os críticos do governo apontam como falhanço na gestão da pandemia da covid-19, depois de Israel ter inicialmente debelado o contágio pelo novo coronavírus.

“Bibi, vai-te embora”, lia-se num dos cartazes, referindo-se à alcunha de Benjamin Netanyahu, que enfrenta ainda acusações de corrupção na justiça, enquanto outro manifestante em Jerusalém empunhava um cartaz onde se lia “toda a gente pode ver que o rei vai nu”.

Centenas de manifestantes concentraram-se até em frente à casa de férias de Netanyahu, na cidade balnear de Cesareia.

Depois de uma reabertura pós-desconfinamento em maio, as infeções dispararam, com um número diário de cerca de dois mil novos casos.

Ao mesmo tempo, a economia israelita tem sofrido com as restrições impostas pela pandemia, que fizeram disparar a taxa de desemprego para quase 20 por cento.

Os manifestantes consideram que os apoios financeiros do governo aos cidadãos ficam muito longe das necessidades reais.

Este mês, a Justiça israelita retomou também o julgamento de Netanyahu por acusações de corrupção, fraude e abuso de confiança.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.