Facebook promete internet mais barata em África

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O gigante americano, Facebook, diz que os seus investimentos em conectividade à Internet no continente africano vão estimular o crescimento da economia do continente na ordem de 60 mil milhões de dólares até 2024.

Um relatório divulgado pela empresa mostra que um aumento no acesso reduziria significativamente o custo da internet no continente.

O Facebook diz que está investindo em data centers, cabos submarinos e infraestrutura wi-fi para permitir que mais pessoas na África Subsaariana ganhem acesso à Internet e estimulem a aceitação de pedidos de emprego on-line e comércio eletrônico.

Até agora, a rede social lançou serviços wi-fi em sete países e estendeu a cobertura 3G para quatro milhões de pessoas no Uganda e Nigéria.

Dados indicam que mais da metade da população da África Subsaariana não tem acesso à Internet e os serviços são mais caros em comparação com outras partes do mundo.

Pesquisas da Alliance for Affordable Internet mostram que, em média, em todo o continente africano, 1 GB de dados representavam 8% da renda média no final de 2018 – em comparação com 2,7% nas Américas e 1,5% na Ásia.

Estima-se que aplicativos do Facebook, como Instagram e WhatsApp, representem 20% do tráfego total da Internet na região.

A rede social anunciou que 139 milhões de pessoas em África usavam a plataforma por mês em 2018.

Fonte: BBC

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.