África do Sul fecha escolas novamente por coronavírus

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

As escolas públicas da África do Sul serão fechadas novamente por um mês, a partir de 27 de julho, devido a surtos da epidemia de COVID-19, disse o presidente Cyril Ramaphosa nesta quinta-feira.

“O gabinete (de ministros) decidiu hoje que todas as escolas públicas farão uma pausa nas próximas quatro semanas”, anunciou Ramaphosa em discurso à nação, no qual explicou que o ano acadêmico (janeiro de 2020 a dezembro de 2020) será estendido além de 2020.

“A África ocupa o quinto lugar no mundo no número de casos confirmados e é o lar de mais da metade de todas as infecções na África. A tempestade de coronavírus realmente chegou”, afirmou.

“Hoje, o número total de casos confirmados é de 408.052” na África do Sul, incluindo “mais de 6.000 mortes”, disse.

“Devemos fazer tudo o que pudermos para minimizar” a disseminação da doença, acrescentou, para justificar o novo fechamento das escolas públicas.

As autoridades do país impuseram um confinamento rigoroso no final de março, que desde então foi relaxado para evitar o colapso da economia da principal potência industrial do continente.

Nas escolas públicas, vários níveis, incluindo o último ano do ensino médio, retomaram progressivamente as aulas desde o final de junho.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.