Tiroteio em funeral deixa 14 feridos em Chicago

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Quatorze pessoas ficaram feridas nesta terça-feira (21), de acordo com a polícia local, em um tiroteio durante um funeral em Chicago, uma das cidades governadas pelos democratas e ameaçadas pelo presidente Donald Trump de envio de agentes federais para conter a criminalidade.

Os criminosos abriram fogo de dentro de um carro contra as pessoas que compareceram a um funeral, que dispararam de volta contra o veículo, explicou à imprensa Eric Carter, membro do Departamento de Polícia de Chicago.

Em seguida, o carro sofreu um acidente e todos os passageiros puderam escapar.

Quatorze pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas, completou a polícia, sem dar mais informações sobre a gravidade das lesões.

A violência é endêmica em alguns bairros de Chicago, o que levou o presidente Trump a afirmar que a situação na cidade é “pior que no Afeganistão”, um país devastado por décadas de guerra.

O mandatário republicano ameaça enviar forças de segurança federais a várias cidades governadas por democratas, como Chicago e Nova York, após um primeiro deslocamento de agentes para Portland, no noroeste do país.

“Não vamos abandonar Nova York, Chicago, Filadélfia, Detroit e Baltimore”, declarou Trump, acusando as autoridades destas cidades de serem membros da “esquerda radical”.

Os prefeitos democratas de Portland, Seattle, Chicago, Atlanta e da capital federal, Washington, enviaram uma carta ao Departamento de Justiça em oposição ao “envio unilateral” de forças federais para suas cidades.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.