Luanda tem em circulação 200 autocarros públicos, mas precisa de 7.000

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A província de Luanda tem em circulação 200 autocarros, aos quais se juntarão em breve 220 novos veículos, mas estima-se uma necessidade de cerca de 7.000 viaturas, disse hoje o responsável provincial da área.

Segundo o diretor do gabinete provincial dos Transportes, Tráfego e Mobilidade Urbana de Luanda, Amadeu Campos, o número de autocarros disponíveis está “muito aquém das reais necessidades que a província tem”.

Amadeu Campos, que falava hoje em Luanda durante a cerimónia de entrega de 32 autocarros, frisou que as novas centralidades da capital angolana são as zonas com a maior procura de meios, tendo em conta o grande número de população para ser transportada.

“E ainda não temos meios suficientes em autocarros para atender a esta demanda”, frisou.

A ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, anunciou na sexta-feira, na Assembleia Nacional, que os 220 novos autocarros vão entrar em circulação nos próximos dias.

Na ocasião, Carolina Cerqueira reiterou a disponibilidade e o empenho do executivo para equacionar o problema da falta de transportes públicos na província de Luanda.

“Estamos perante um problema que se sente no dia-a-dia, com aglomerados de pessoas à espera de transporte e, muitas vezes, não respeitando o distanciamento social nem as normas de biossegurança, porque a oferta é limitada e a procura é muita”, afirmou, citada na imprensa angolana.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.