Cuanza Norte com quatro novos casos suspeitos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Quatro cidadãos que se submeteram aos testes rápidos aleatórios, na sexta-feira, no município do Golungo Alto, província do Cuanza Norte, resultaram em IGM (vírus no organismo).

Essa informação foi avançada à Angop, pela directora do Gabinete Provincial da Saúde, Maria Filomena Wilson, adiantando tratar-se apenas de casos suspeitos e que já se encontram isolados, enquanto se aguardam pelos resultados das amostras enviadas a Luanda para confirmação.

A responsável não adiantou se os cidadãos em causa são ou não contactos de alguém que testou positivo a doença. Os mesmos apresentam quadro clínico assintomático e estável.

Acrescentou que outros 10 cidadãos considerados contactos directos desses casos suspeitos foram também isolados em quarentena institucional, num dos centros de acolhimento de pessoas suspeitas de estarem infectados com o novo Coronavírus.

Conforme a responsável, a província mantém, até ao momento, o registo de 17 casos confirmados da Covid-19, com igual número de pacientes recuperados.

Sublinhou que os 17 pacientes, 11 dos quais tratados no hospital de campanha do morro do Binda (arredores de Ndalatando) e seis em várias unidades sanitárias de Luanda foram curados da Covid-19 e retornaram para suas casas.

Até sexta-feira, a província controlava 861 cidadãos em quarentena domiciliar e 41 em institucional, em vários municípios.

Destes, 38 cidadãos foram liberados. A mesma sorte tiveram os 861 cidadãos que se encontravam em isolamento domiciliar.

Ndalatando é a segunda cidade do país, depois de Luanda, com o maior número de casos da doença.

Cazengo e Luanda estão submetidas a nova cerca sanitária, que vigora desde o passado dia 9 de Julho.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.