Autoridades impedem realização de cultos no Lobito

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

As autoridades sanitárias do Lobito, província de Benguela, impediram este fim-de-semana os cultos das igrejas Pentecostal, Messiánica e Adventista do sétimo dia, por falta de material de biossegurança.

Falando à Angop hoje, segunda-feira, o chefe da secção municipal da Saúde Pública, Simão Tchissococua, afirmou que nestas igrejas havia falta de dispositivo de água, de solução de lixívia para desinfecção do interior do espaço de cultos e alguns fiéis estavam sem máscaras faciais.

O responsável disse que estas igrejas apenas retomarão os seus cultos quando tiverem as condições criadas.

Além disso, acrescentou, a Igreja Católica do Bairro Liro e a Evangélica Congregacional em Angola (IECA) do pastorado do Bairro da Canata, excederam a lotação definida pelo Governo, na qual devem participar apenas 50 por cento dos fiéis.

Sem avançar as razões apresentadas pelos católicos, Simão Tchissococua adiantou que o excesso de lotação da IECA deveu-se a realização da Santa Ceia, em que geralmente participa um grande número de fiéis.

No município do Lobito, o Conselho de Igrejas Cristãs de Angola (CICA) controla mais de 15 denominações religiosas autorizadas pelo Estado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.