Mais de 600 mil mortos no mundo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A pandemia da covid-19 já matou mais de 600 mil pessoas em todo o mundo desde dezembro, indicou hoje o balanço mais recente da agência de notícias France-Presse (AFP).

De acordo com os dados da AFP obtidos junto de fontes oficiais até às 02:00 de Luanda, foram ainda detetados 14.233.355 milhões de casos da doença causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), descoberto no centro da China, em dezembro. 

A Europa conta 205.065 mortos, sendo a região mais atingida do mundo, depois da América Latina com 160.726 óbitos e 17.540 casos registados nos últimos sete dias. 

Os Estados Unidos continuam com o maior número de mortes causadas pela doença, 140.103, seguindo-se Brasil (78.772), Reino Unido (45.273), México (38.888) e Itália (35.042). 

O número de mortes causadas pela covid-19 duplicou em pouco mais de dois meses, tendo sido registados mais de 100 mil óbitos em 21 dias, desde 28 de junho, indicou. 

Em Portugal, morreram 1.684 pessoas das 48.390 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.