Zaire com nove casos suspeitos, clama por mais testes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Nove casos reativos, dos 200 testes rápidos da Covid-19 realizados esta quinta-feira, em Mbanza Kongo, província do Zaire, foram registados pelas autoridades sanitárias locais.

De acordo com o director do Gabinete Provincial da Saúde, Miguel João Paulo, as amostras reativas foram enviadas para laboratórios de referência, em Luanda.

O responsável considerou insuficientes os mil testes rápidos da Covid-19 entregues à província, tendo em conta que nos próximos dias espera receber mais de 300 compatriotas retidos na República Democrática do Congo (RDC) desde Março e que deverão ser testados logo após a chegada ao país.

Ontem o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, informou que até ao momento já foram feitos, em todo o país, 19.562 testes rápidos com 888 casos reativos, sendo o nível de contaminação nacional de 4,6%, ou seja, em cada 100 pessoas 4 estão potencialmente infetadas com o novo coronavírus.

O quadro epidemiológico da covid-19 no país conta atualmente com 638 casos positivos confirmados, dos quais 410 ativos, 199 recuperados e 29 óbitos.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 590 mil mortos e infetou mais de 13,83 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

No continente africano, há 14.399 mortos confirmados em mais de 664 mil infetados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.