Boris Johnson planea volta de adeptos aos estádios em outubro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O governo britânico planea um retorno dos adeptos aos estádios em outubro, após os eventos-piloto começarem em julho, anunciou o primeiro-ministro Boris Johnson nesta sexta-feira.

“A partir de outubro, esperamos levar o público aos estádios e autorizar novamente conferências e outras reuniões econômicas”, disse o líder conservador nesta sexta em uma conversa com a imprensa.

“Vamos organizar reuniões maiores em locais como estádios, com uma reabertura maior no outono (europeu)”, disse ele.

As aglomerações em massa estão proibidas desde março no Reino Unido, para limitar a propagação do novo coronavírus, que causou mais de 45.000 mortes.

Mas vários eventos desportivos importantes servirão como testes para receber o público em julho: o Mundial de Snooker (uma modalidade britânica de bilhar), uma corrida equestre e partidas amistosas de críquete.

“Embora tenhamos que esperar um pouco para que os estádios possam receber 100% de sua capacidade, é um grande passo na direção certa para a retorno do desporto ao vivo no país”, comemorou o ministro do Desporto, Nigel Huddleston.

O técnico do Tottenham, José Mourinho, considerou essa “uma ótima notícia”.

“Entre a razão econômica e a paixão, todos ficaremos muito felizes em ver o público retornando aos estádios”, acrescentou.

Mikel Arteta, treinador do Arsenal, foi cauteloso, mas igualmente otimista.

“Acho que devemos ter paciência (…) Acredito que estamos todos prontos para fazer qualquer coisa para ver nossos adeptos de volta ao estádio e fazer com que o futebol volte a ser o que é”, disse ele.

A receita de ingressos é uma fonte importante para clubes de muitos desportos, principalmente para os clubes de futebol que disputam divisões abaixo da Premier League.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.