Levantada cerca sanitária em bairros do Bocoio

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A cerca sanitária dos bairros Canjongue e Kaissaca, no município do Bocoio, província de Benguela, foi levantada após os exames conclusivos (RTPCR) de duas pessoas identificadas como reactivas resultarem negativo.

Essa informação foi avançada à imprensa, nesta sexta-feira, no município do Caimbambo, pelo director provincial da Saúde em Benguela, Manuel Cabinda, que falava à margem da cerimónia de lançamento do PIIM naquela circunscrição.

O responsável explicou que Benguela teve seis casos suspeitos, fruto de testes reactivos à IGM, cujas amostras foram colhidas e enviadas para Luanda.

“Já recebemos os resultados dos testes definitivos e são negativos, tanto mais que a cerca sanitária já foi levantada naqueles dois bairros”, enfatizou.

Manuel Cabinda disse que esses dois casos eram contacto de um paciente que padece da doença e se encontra internado em Luanda.

Relativamente aos outros quatro casos suspeitos, todos do município de Benguela, o director da Saúde adiantou que ainda se aguarda pelos resultados conclusivos.

Duas pessoas haviam sido identificadas como reactivas à IGM, no município do Bocoio, 102 quilómetros a norte da província de Benguela, após efectuarem testes rápidos.

O país regista 607 infectados, dos quais 28 óbitos, 124 recuperados e 455 casos activos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.