Interpol apreende 20 milhões de produtos farmacêuticos contrabandeados

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Quase 20 milhões de produtos farmacêuticos de contrabando, desde analgésicos e corticoides até luvas e máscaras, foram apreendidos desde fevereiro no Oriente Médio e no norte da África, em uma operação coordenada pela Interpol.

“A pandemia de coronavírus foi uma oportunidade para os criminosos, que aproveitaram a alta demanda do mercado por equipamentos de proteção e produtos de higiene”, afirma em um comunicado a organização de cooperação policial internacional com sede em Lyon (França).

Em 2018, a primeira fase desta operação, chamada Qanoon, terminou com a apreensão de 1,5 milhão de unidades de produtos médicos, uma quantidade insignificante se comparada aos 20 milhões apreendidos este ano, de 1o de fevereiro até 1o de abril.

Isso confirma a tendência observada em uma operação global liderada pela Interpol em março, diz a organização.

Iraque, Jordânia, Kuwait, Líbia, Marrocos, Catar e Arábia Saudita participaram dessas apreensões em seus aeroportos, portos, armazéns, áreas suburbanas, farmácias e outros locais de venda.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.