PALOP não são arriscados para investir mas falta-lhes marketing – advogado

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O sócio do escritório de advogados da Mayer Brown especializado nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) defendeu hoje que os países lusófonos não são arriscados para investir, mas têm um problema de marketing.

“A África lusófona não tem um risco político, tem é um problema de marketing, porque mesmo questões como Cabo Delgado, em Moçambique, ou Cabinda, em Angola, são um problema, mas não afetam a imagem do país do ponto de vista dos investidores estrangeiros”, disse Gonçalo Falcão.

O advogado falava durante um seminário virtual organizado pela Facilidade Africana de Apoio Jurídico sobre “O Financiamento de Projetos de Infraestrutura no ‘Novo Normal'”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.