Nova série do Kwanza garante manutenção da base monetária nacional

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A manutenção da base monetária nacional constitui o principal ganho a ser alcançado com a pretensão do Governo angolano de introduzir, a partir do próximo dia 30, a nova série de Kwanzas, tendo em conta as potencialidades que apresenta em termos de segurança e durabilidade.

A afirmação é do delegado regional do Banco Nacional de Angola (BNA) no Huambo, Rafael Bumba, quando procedia hoje, quarta-feira, a apresentação das notas aos membros do Governo provincial, em acto encabeçados pela governadora, Lotti Nolika.

O responsável explicou que a nova série de notas foi aprovada tendo em conta o alto nível de desgaste da actual, possuindo elementos que garantem a sua total segurança, tornando mais difícil a falsificação, bem como garantir maior durabilidade.

Rafael Bumba referiu que, entre os elementos novos desta família do Kwanza constam o polímero, um plástico usado no fabrico das notas de 200, 500, 1000 e 2000 Kwanzas, ao passo que a de 5000 Kwanzas contínua em papel de algodão.

De acordo com o responsável, o material (polímero) é de difícil acesso e resistível, tornando assim as notas menos propensas as intenções dos falsificadores e com remota facilidade de destruição, o que permitirá o seu maior controlo.

Deste modo, prosseguiu o delegado do regional do BNA, pode-se garantir a manutenção da base monetária nacional, baseada na quantidade de moedas e notas permitidas a circular numa determinada economia, o que não tem sido difícil com a série actual, tendo em conta as fragilidades que apresenta em termos de falsificação e destruição.

Ainda em termos de vantagens, apontou a inclusão de elementos novos, com destaque para o Hino Nacional e outros símbolos que ressaltam as potencialidades culturais, históricas e turísticas do país e, ao mesmo tempo, contribuem na segurança do dinheiro.

Rafael Bumba lembrou que a nova série vai circular a partir de 30 de Julho, com a introdução no mercado da nota de 200, que coabitará com a série de 2012, até a orientação legal da sua retirada definitiva.

O Kwanza tornou-se na moeda oficial de Angola a 08 de Janeiro de 1977, dois anos depois da proclamação da Independência Nacional, a 11 de Novembro de 1975.

No seu percurso cronológico, o Kwanza sofreu algumas ligeiras adaptações quanto a sua designação, como Novo Kwanza, Kwanza Reajustado e novamente Kwanza.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.