Estátua de traficantes de escravos é substituída por outra de manifestante na Inglaterra

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A estátua de uma jovem negra que participou das manifestações do movimento ‘Black Lives Matter’ ocupa desde esta quarta-feira (15) em Bristol o lugar da estátua de um traficante de escravos, retirada no mês passado.

A escultura feita por Marc Quinn, intitulada “A Surge of Power”, (onda de poder) foi instalada sobre a base onde se encontrava a estátua de Edward Colston –um traficante de escravos do século XVII– sem que a prefeitura de Bristol soubesse.

A peça de aço representa a manifestante Jen Reid com o punho levantado.

A estátua de Colston foi derrubada no início de junho, durante manifestações do movimento ‘Black Lives Matter’ após a morte de George Floyd, um americano negro morto por um policial branco no final de maio nos EUA.

Reid, presente durante a instalação da estátua que a representa, descreveu a ação como “simplesmente incrível” e disse que permitirá “continuar a revisão” do passado escravista do Reino Unido, declarou ao jornal The Guardian.

Edward Colston se enriqueceu com o tráfico de cerca de 100.000 escravos da África Ocidental levados às colônias inglesas na América entre 1672 e 1689.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.