AGT arrecada mais de três mil milhões de kwanzas no primeiro semestre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Três mil milhões, 658 milhões, 691 mil e 405 kwanzas foram arrecadados para os cofres do Estado, durante o primeiro semestre deste ano, pela segunda região tibutária, que compreende as províncias de Malanje, Cuanza Norte e Uíge.

A informação foi avançada hoje, quarta-feira, à Angop, pela directora da segunda região tributária, Núria da Silva Neto, realçando que os valores arrecadados, fruto da cobrança de diversos impostos, não correspondem as receitas esperadas.

Explicou que o défice é de 47,5 por cento, porquanto a instituição previa arrecadar cerca de oito mil milhões de kwanzas, cifra não atingida devido aos efeitos da Covid-19, que obrigou muitos contribuintes fiscais a paralisarem as suas actividades.

Dos valores arrecadados este ano, de acordo com a directora, a província do Cuanza Norte contribuiu com dois mil milhões, 952 milhões, 139 mil e 231 kwanzas, enquanto que Malanje somou para os cofres do Estado 400 milhões, 360 mil e 853 kwanzas, contra os Akz 306 milhões, 191 mil e 321 do Uíge.

Realçou que os impostos industrial e de rendimento de trabalho (IRT) foram os que mais contribuíram, enquanto muitos contribuintes incorreram na fuga ao fisco, para além de que o Estado suspendeu a cobrança de impostos durante a vigência do Estado de Emergência que o país viveu.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.