Índia ultrapassa 900 mil casos e 23 mil mortos desde início da pandemia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Índia registou 28.498 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de infeções desde o início da pandemia para 906.752, que causaram mais de 23 mil mortes, foi hoje anunciado.

O Ministério da Saúde indiano contabilizou 553 óbitos provocados pelo novo coronavírus, no último balanço diário, o que eleva o total para 23.727 óbitos no país.

Oito dos 28 estados da Índia, incluindo Nova Deli, Maharashtra e Tamil Nadu, são responsáveis por quase 90% dos casos.

Vários estados indianos introduziram o recolher obrigatório ao fim de semana e anunciaram o confinamento de áreas de alto risco, para travar a propagação do novo coronavírus (SARS-CoV-2).

A cidade de Pune, no sul do país, iniciou hoje uma quarentena de dez dias para tentar travar a propagação da doença.

A Índia é o terceiro país com mais casos de covid-19, depois dos Estados Unidos e do Brasil.

O número de infeções na Índia disparou desde que o Governo aliviou as restrições e à medida que os testes aumentaram para mais de 200 mil amostras por dia, em comparação com apenas algumas centenas por dia em março.

Os peritos de saúde disseram que a verdadeira extensão da propagação do vírus na Índia é desconhecida e que o país, com quase 1,4 mil milhões de habitantes, deve realizar mais testes.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 569 mil mortos e infetou mais de 13 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.