Reino Unido regista 85 mortes, menos do que na véspera

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Reino Unido registou 85 mortes nas últimas 24 horas, menos do que no dia anterior, tendo o total de óbitos durante a pandemia covid-19 subido para 44.602, informou hoje o ministério da Saúde britânico. 

O número de infeção confirmados por teste aumentaram em 642 para 287.621, indicou a mesma fonte. 

No balanço diário de quarta-feira, o governo tinha contabilizado 126 mortes e 630 novos infetados. 

O Reino Unido continua a ser o país com o terceiro maior número de mortes no mundo durante a pandemia de covid-19, atrás dos EUA e Brasil, mas o impacto estende-se também à economia. 

Hoje, o grupo de farmácias Boots revelou a intenção de despedir 4.000 trabalhadores e a rede de lojas John Lewis também conta cortar 1.300 postos de trabalho, juntando-se ao crescente número de anúncios de empresas britânicas de redução de recursos humanos. 

O ministro das Finanças, Rishi Sunak, que apresentou um pacote de estímulo económico no valor total de 30 mil milhões de libras (33 mil milhões de euros) na quarta-feira, admitiu hoje que “aproximam-se tempos difíceis” à medida que os apoios às empresas durante o confinamento vão ser reduzidos a partir de agosto.

Entretanto, o governo anunciou que vai permitir a reabertura de piscinas ao ar livre a partir de 11 de julho e de ginásios, piscinas e instalações desportivas interiores a partir de 25 de julho, numa tentativa de fazer retomar a atividade económica num setor parado desde meados de março.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 549 mil mortos e infetou mais de 12 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.