Detetado quatro casos suspeitos no Mercado do 30

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Quatro das mil pessoas testadas hoje, no mercado do 30, em Luanda, tiveram diagnóstico suspeito à covid-19, constatou a Angop no local.

As mesmas pessoas, três homens e uma mulher, foram transportadas de emergência por uma ambulância para uma das unidades de referência no tratamento do novo coronavírus em Angola.

Este número poderá não ser o real (casos suspeitos), uma vez que fontes sanitárias no local se recusaram a fazer qualquer pronunciamento a propósito.

Os exames rápidos, muito concorridos, foram feitos a vendedores, clientes e outros usuários do mercado, situado no município de Viana, que aderiram espontaneamente ao teste.

Este é o segundo teste em massa realizado pelas autoridades sanitárias do país, depois de quarta-feira ocorrer no mercado do Catinton, onde, dos 1686 exames rápidos efectuados, três resultaram positivos.

Antes, a equipa Interministerial de Combate à Covid-19 fazia testes apenas a pessoas confinadas em quarentenas institucionais ou cercas sanitárias e a doentes com quadro suspeito da pandemia.

Desde o registo das duas primeiras pessoas com Covid-19, a 21 de Março, Angola contabiliza 396 casos positivos, dos quais 22 óbitos e 117 recuperados.

A pandemia começou em Dezembro de 2019, na China. Até às 14 horas de hoje, o novo coronavírus tinha matado, no mundo, 547 931 pessoas, infectado 11 994 182, enquanto 6 533 436 recuperaram.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.