Escola Superior do Zaire produz sabão azul

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O laboratório de química da Escola Superior Politécnica do Zaire, em Mbanza Kongo, está, desde o princípio deste mês, a produzir sabão azul em barra e álcool em gel em pequena escala.

O projecto, que envolve três docentes da instituição de ensino superior, dos quais um de nacionalidade cubana, visa contribuir na produção de produtos de higienização contra a Covid-19.

Em declarações à imprensa, a chefe de departamento do estudo de química da Escola Superior Politécnica do Zaire, Cecília Chibinda, disse que até ao momento já foram produzidas 30 barras de sabão azul e três exemplares de álcool em gel.

Para  além da escola, os produtos serão também distribuídos às famílias mais carenciadas do município sede, no quadro das medidas de prevenção contra a Covid-19.

A responsável apontou a escassez de matérias-primas como sendo a principal dificuldade encontrada para a fabricação de mais produto, que está a ser feito de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Estamos a produzir o famoso sabão azul, que, segundo a OMS é o mais ideal para a higienização das mãos. Estamos também a produzir o álcool em gel, mas em pequenas quantidades, tendo em conta os custos da matéria-prima no mercado local”, explicou.

Aberta em 2010, a Escola Superior Politécnica do Zaire em Mbanza Kongo ministra cursos de ensino de Física, Matemática, Química, Psicologia e Gestão de Empresas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.