ONU encoraja medidas do Governo de combate à Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O coordenador residente das Nações Unidas em Angola, Paolo Balladelli, encorajou esta quarta-feira o Governo angolano a prosseguir com as acções que visam conter a propagação da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Face ao aumento de casos de contaminação do vírus, o Governo angolano decretou, na terça-feira, novas medidas restritivas, que incluem a cerca sanitária à província de Luanda e ao município do Cazengo (Cuanza Norte), a vigorar a partir de quinta-feira (09).

Em declarações à imprensa, no final de uma audiência que lhe foi concedida pelo Presidente da República, João Lourenço, o alto funcionário da ONU disse que essas medidas criam condições para conter a proliferação da Covid-19 no país.

Angola registou, até terça-feira, 386 casos positivos de Covid-19, 21 mortes, 117 recuperados e 248 activos.

Paolo Balladelli, que se despediu do Chefe de Estado angolano, após nove anos de missão em Angola, sublinhou que a ONU vai continuar a trabalhar com o Governo angolano, a sociedade civil e parceiros internacionais nas acções de impacto social.

O foco é manter a segurança alimentar da população, bem como trabalhar para criar a sustentabilidade do país.

Actualmente, a estrutura das Nações Unidas em Angola é composta pelo gabinete do coordenador residente e 21 agências especializadas, fundos e programas, cujos representantes compõem o UNCT (Equipa das Nações Unidas no país).

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.