Empresa chinesa doa 10 mil máscaras cirúrgicas e bens alimentares

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Dez mil máscaras cirúrgicas, meios de biossegurança e bens alimentares foram doados, terça-feira última, ao Governo do Cuanza Norte, por uma empresa chinesa que opera no ramo da construção civil, para apoiar as acções de combate à covid-19 nessa província.

Dos bens entregues à vice-governadora da província para o Sector Político, Económico e Social, Leonor Garibaldi, constam igualmente, diversos utensílios domésticos, desinfetantes, 504 unidades de sabão, 100 mantas, 100 caixas de água mineral e igual número de caixas de refrigerantes.

O lote integra também, 80 sacos de arroz, a mesma quantidade de sacolas de farinha de milho, fruto de uma iniciativa da empresa chinesa que opera na edificação da barragem de Caculo Cabaça, no município de Cambambe.

Na ocasião, o director de marketing da empresa doadora, Su Qiao, referiu que a entrega dos bens visa ajudar os esforços do governo e de outras instituições no combate a pandemia da covid-19, que já infectou 12 cidadãos nessa província do Norte de Angola.

É justamente por esse motivo que a empreiteira do Aproveitamento Hidroeléctrico de Caculo Cabaça decidiu ajudar a população a travar o vírus, como reflexo da “profunda amizade entre os povos chinês e angolano e como parceiros do governo do Cuanza Norte”.

Já a vice-governadora referiu tratar-se de uma acção de solidariedade que sempre uniu a China e Angola, pelo que os bens ajudarão a acudir as dificuldades que afectam actualmente as populações da província, sobretudo as mais de mil e 500 famílias que se encontram e cercas sanitárias.

O Cuanza Norte conta, actualmente, com 12 casos positivos da covid-19, sendo onze activos e um óbito, realidade de que resultou a decretação de cercas sanitárias em várias artérias da cidade de Ndalatando (capital da província), assim como ao município do Cazengo.

A nível dessa província foram colhidas mil e 841 amostras, mantidas mil e 600 famílias em quarentena domiciliar e transferidas 61 pessoas para quarentena institucional.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.