Água volta a jorrar nas torneiras de Caxito

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Empresa Pública de Águas e Saneamento do Bengo (EPAS) retomou hoje, terça-feira, o fornecimento de água à cidade de Caxito e arredores, após entendimento entre trabalhadores e o conselho de administração.

Neste domingo, realizou-se uma reunião de emergência em Caxito entre os trabalhadores e o Conselho de Administração da EPAS Bengo, tendo sido acordado o pagamento de um mês de salário aos trabalhadores (dos sete em atraso) e a assinatura dos contratos de trabalho.

“Estando em curso em sede dos Ministérios das Finanças e Energia e Águas, a regularização dos salários em atraso, findo o prazo de 10 dias úteis, mantendo-se a situação inalterável, os trabalhadores poderão retomar a suspensão dos trabalhos, até que se verifique a regulamentação dos meses em atraso”, lê-se num comunicado final do encontro.

No encontro, participaram o vice-governador do Bengo para os Serviços Técnicos e Infra-Estruturas, Agostinho da Silva, os PCA da EPAL e EPAS Bengo, respectivamente, Fernando Cunha e Carlos Gomes, o administrador da EPAS Bengo, Napoleão dos Santos, Técnicos da EPAL, e o consultor da AT2, Fernando da Silva.

A EPAS no Bengo foi constituída há três anos e tem uma produção perto dos seis mil metros cúbicos de água/dia.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.