Docente sugere tecnologia nuclear na indústria

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O professor de física nuclear aplicada, Bjerson Gamarte, defendeu hoje, em Luanda, o uso desta tecnologia no secor industrial, no período pós-pandemia Covid-19, para acelerar o desenvolvimento da economia do país.

Em entrevista à Angop a propósito do impacto da Covid-19 em Angola, o docente angolano afirmou que a física nuclear está a ser aplicada no país, mas não de forma generalizada no sector não-petrolífero, de forma a acelerar a diversificação da economia.

Explicou tratar-se de um ramo dedicado aos fenómenos do núcleo do átomo, com resultados fiáveis  com margem de erros quase nulas nos testes ligados ao sector produtivo, graças à sua forma de propagac?a?o de energia – chamada radiac?a?o ionizante.

“A radiac?a?o ionizante, por ser bastante penetrante, tem muita utilidade em va?rios ramos, como são os casos da medicina, indu?stria e servic?os alfandega?rios”, exemplificou Bjerson Gamarte.

Acrescentou que as características ionizantes, ou seja, a sua capacidade de dissociar io?es dos materiais, pode eliminar células cancerígenas ou, quando na?o devidamente controlada, causar danos a?s ce?lulas sauda?veis dos organismos vivos ou a? sau?de pu?blica em geral.

A física nuclear, avançou,  tem larga aplicac?a?o na medicina, como e? o caso do uso da tecnologia de Raio X, tomo?grafos, aceleradores nucleares, radio-fa?rmacos e diversos testes de diagno?stico, que carecem de melhoria continua e adaptac?a?o aos nossos aspectos tecno-sociais.

Conforme o especialista, tem igualmente sido aplicado no sector da indu?stria, para os chamados testes na?o destrutivos de controlo de qualidade, nomeadamente, na indu?stria petroli?fera, metalu?rgica, alimenti?cia.

“No sector da agricultura e pecua?ria, Angola utiliza te?cnicas de melhoria gene?tica de plantas e de controlo de pragas. Importa citar ao menos o caso do controlo da mosca tse?-tse?, causadora da tripanossomi?ase – vulgarmente conhecida como doenc?a do sono”, destacou.

No sector da Indu?stria Petroli?fera em Angola, prosseguiu, aplica-se em todas as fazes, desde te?cnicas nucleares de apoio à prospecc?a?o, passando por te?cnicas nucleares de controlo dos fluidos na produc?a?o do crude ate? a te?cnicas de tratamento de resi?duos radioactivos, produzidos em quantidade considera?vel durante a extracc?a?o de partes do subsolo.

Segundo Bjerson Gamarte, no domínio público esta prática está a ser conhecida pelo teste de RT-PCRA (origina?rio da FN aplicada à biologia molecular) usado para diagnóstico de pessoas suspeitas de covid-19.

O RT-PCRA, explicou, esta? a ser usada extensivamente por va?rios pai?ses, incluindo Angola, na confirmac?a?o de casos positivos de covid-19 em pacientes assintoma?ticos de forma atempada, permitindo que esses pacientes sejam submetidos a medidas de sau?de pu?blica, como o isolamento, ta?o cedo quanto possi?vel apo?s conta?gio.

“O RT-PCR em Tempo Real e? um me?todo para detectar a presenc?a de material gene?tico de um patoge?nico, ou seja, vi?rus ou bacte?ria causadora de uma doenc?a”, realçou o professor universitário.

De acordo com o físico, originalmente o me?todo usava marcadores de iso?topos radioactivos para detectar material gene?tico alvo, tendo evoluido ao ponto de dar origem à substituic?a?o por outros marcadores.

“A partir desta te?cnica, os te?cnicos podem ver os resultados, quase imediatamente, enquanto o processo esta? em funcionamento”, adiantou.

Este método e? actualmente considerado o mais fia?vel teste de diagno?stico para a covid-19, por essa raza?o está a ser utilizado por Angola para a verificac?a?o da confianc?a de testes ra?pidos, uma vez que, devido a enorme demanda internacional, tem havido produc?a?o mundial de testes na?o-fia?veis.

Os testes ra?pidos, aclarou, “sa?o mais fa?ceis de realizar, do ponto de vista de complexidade te?cnica, de menor custo, e de muitos resultados simulta?neos, contudo, precisam de confirmac?a?o de um teste mais objectivo. Dai? a importa?ncia do RT-PCR em Tempo Real”.

“Na realidade um teste ra?pido e? um teste serolo?gico que detecta apenas a presenc?a especi?fica de anticorpos que o organismo desenvolve devido a uma determinada infecc?a?o”, enfatizou Bjerson Gamarte.

Salientou, que a pra?tica actual tem mostrado que esses devem ser usados de forma combinada com os testes confirmativos, sendo que ale?m do teste definitivo RTP-CR, os especialistas te?m usado igualmente o GENEXPERT.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.