Irão com novo recorde diário de 163 mortes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Ministério da Saúde do Irão anunciou hoje mais 163 mortes nas últimas 24 horas relacionadas com a covid-19, ultrapassando o recorde diário do início da semana de mortes desde o início da pandemia.

O recorde anterior, de 162 mortos, tinha sido anunciado na segunda-feira, e com as mortes hoje anunciadas é elevado o número total para 11.571, revelou à televisão estatal o porta-voz do ministério da saúde do país, Sadat Lari.

“Nas últimas 24 horas, 2.560 pessoas testaram positivo para [o novo] coronavírus, elevando o número total de infeções para 240.438”, acrescentou o porta-voz.

O novo recorde de mortes acontece numa altura em que o Irão, confrontado durante várias semanas com um aumento de novos casos e mortes confirmadas, por causa do novo coronavírus, anunciou a intenção de impor o uso obrigatório da máscara em locais públicos cobertos, a fim de combater a propagação do vírus.

As autoridades iranianas nunca impuseram o confinamento, mas cancelaram acontecimentos públicos, proibiram deslocações entre as 31 províncias e fecharam as lojas não essenciais.

A partir de abril começaram a levantar as restrições para relançar a economia, mas, face a uma epidemia que não tem perdido força, as autoridades autorizaram as províncias mais afetadas a restabelecer restrições, todas situadas ao longo das fronteiras, nas províncias do Khuzestan, Khorassan-e-Razavi, Curdistão, de Kermanshah, Buchehr, Ilam e Hormozgan.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.