Todos os bairros da cidade moçambicana de Nampula “afetados” – inquérito

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Os 13 bairros da cidade de Nampula, norte de Moçambique, estão “afetados” pelo novo coronavírus, que atinge também todos os grupos profissionais, indicam resultados preliminares do inquérito sero-epidemiológico sobre a covid-19 naquela cidade.

O inquérito, realizado pelo Instituto Nacional da Saúde (INS) de Moçambique a 6.272 pessoas e consultado hoje pela Lusa, consistiu em testes sero-epidemiológicos rápidos para a covid-19, que não detetam a presença do novo coronavírus no momento da sua realização, mas indicam se a pessoa esteve exposta ao vírus.

O resultado é revelado em 15 minutos, ao contrário do teste para a deteção do novo coronavírus, cujo resultado é conhecido em dois dias.

O levantamento realizado na cidade de Nampula aponta que o novo coronavírus afeta todas as faixas etárias na cidade de Nampula, sendo os adolescentes, jovens e adultos os mais atingidos.

Os vendedores de mercado têm a seropositividade de covid-19 mais elevada entre os grupos-alvo inquiridos, com uma percentagem de 10% entre os 1.493 operadores do setor que participaram no estudo, seguidos dos profissionais de saúde, com 7% dos 1.427 dos inquiridos, polícias e refugiados, 6%, cada, estabelecimentos comerciais e comunidades, 5%, e, por fim, transportadores rodoviários, 3%.

Entre os profissionais de saúde, os técnicos de laboratório apresentam a maior seropositividade, 13%, seguidos do pessoal administrativo, 8%, enfermeiros, 5% e, por fim, médicos, 4%.

A seropositividade é maior na faixa etária entre 15 e 34 anos (6%), seguida da faixa entre os 35 e 59 anos (5%).

As faixas dos zero aos 14 anos e com mais de 60 anos têm uma taxa de seropositividade de 3%, cada.

O inquérito apurou que mais de 34% dos inquiridos apresentavam um sintoma do novo coronavírus, 14% dois sintomas e 66% não tinham nenhum.

O levantamento apurou que todos os 19 mercados da cidade de Nampula apresentaram casos de exposição ao novo coronavírus.

A cidade de Nampula foi o primeiro local em Moçambique a ser declarado como de transmissão comunitária do novo coronavírus, em 06 de junho, o que levou as autoridades a realizarem este levantamento.

As províncias de Nampula e Cabo Delgado, no norte de Moçambique, são as que registam o maior número de casos ativos em Moçambique, com 274 e 149 casos, respetivamente, de um total de 903 casos positivos que o país soma.

O país registou, até ao momento, seis óbitos devido à covid-19.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.