UEFA espera decisão até 10 de julho sobre público na Liga dos Campeões em Lisboa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A decisão sobre a presença de público na fase final da Liga dos Campeões de futebol, em Lisboa, deve ser conhecida até 10 de julho, segundo o presidente da UEFA, que aguarda parecer das autoridades portuguesas devido à covid-19.

“Estamos em contacto estreito com as autoridades portuguesas [Liga dos Campeões] e alemãs [Liga Europa] e, na terça-feira, falei pessoalmente com o primeiro-ministro português. Seguiremos as recomendações das respetivas autoridades e tomaremos uma decisão, muito provavelmente, antes do sorteio de 10 de julho”, afirmou em entrevista à agência de notícias espanhola EFE Aleksander Ceferin.

O dirigente esloveno realçou que “gostaria que os adeptos estivessem presentes” nos jogos relativos às duas competições da UEFA, mas sublinhou que a segurança dos envolvidos nestes jogos da ‘Champions’ não vai ser comprometida, “por muito triste que seja jogar a partida mais importante do futebol de clubes num estádio vazio”.

Ceferin disse também que “esteve claro que seriam Portugal, Alemanha e Espanha [Liga dos Campeões feminina] desde o início do processo” os países onde teriam lugar as competições europeias de clubes.

E reafirmou que não é necessário contemplar alternativas para as partidas da fase final da ‘liga milionária’ em Lisboa, apesar dos novos focos da pandemia do novo coronavírus na capital portuguesa. 

“Não temos um plano B porque estamos convencidos que será possível organizar a final a oito da ‘Champions’ em Lisboa, a final a oito da Liga Europa na Alemanha, e a Liga dos Campeões feminina em Espanha”, vincou Ceferin.

Em 17 de junho, a UEFA anunciou que a Liga dos Campeões, suspensa em março devido à pandemia de covid-19, seria definida através de uma inédita ‘final a oito’ a realizar em campos neutros, em Lisboa, nos estádios da Luz (Benfica) e José Alvalade (Sporting), entre 12 e 23 de agosto.

Os jogos dos quartos de final terão lugar entre 12 e 15 de agosto, enquanto as meias-finais realizar-se-ão em 18 e 19, e a final em 23.

As eliminatórias da ‘final a oito’ serão decididas em apenas uma partida, ao contrário das habituais duas mãos, sendo que, até ao momento, já se apuraram para os ‘quartos’ Atalanta, Leipzig, Atlético de Madrid – que eliminou o campeão europeu em título, Liverpool – e Paris Saint-Germain.

Com a paragem da competição, ficaram por decidir quatro embates da segunda mão dos oitavos de final da ‘Champions’: Manchester City-Real Madrid (2-1, na primeira mão), Juventus-Lyon (0-1), Bayern de Munique-Chelsea (3-0) e FC Barcelona-Nápoles (1-1).

Caso estas quatro partidas, agendadas para 07 e 08 de agosto, não se possam realizar nos países para os quais estavam inicialmente marcadas, devido à pandemia de covid-19, serão disputadas em Portugal, mais concretamente nos estádios do Dragão, no Porto, e D. Afonso Henriques, em Guimarães.

“Decidiremos antes do sorteio [de 10 de julho]. Mas vai depender, principalmente, da autorização das autoridades locais e das restrições de viagens entre os países das equipas participantes”, destacou hoje Ceferin.

O calendário da ‘final a oito’ da Liga Europa, marcada para a cidades de Colónia, Duisburgo, Dusseldorf e Gelsenkirchen, na Alemanha, está definido que os quartos de final jogar-se-ão em 10 e 11 de agosto, as meias-finais em 16 e 17, e a final em 21.

Os desafios em falta dos oitavos de final terão lugar em 05 e 06 de agosto.

Devido à suspensão das provas, ficou por decidir a segunda mão dos jogos LASK-Manchester United (0-5, na primeira mão), Eintracht Frankfurt-Basileia (0-3), Basaksehir-Copenhaga (1-0), Wolfsburgo-Shakhtar Donetsk (1-2), Olympiacos-Wolverhampton (1-1) e Rangers-Bayer Leverkusen (1-3).

Já as eliminatórias entre Inter de Milão e Getafe, e entre Sevilha e Roma, cuja primeira mão não foi realizada, devido à crise mundial de saúde pública, serão decididos em apenas um jogo, em local a confirmar.

Por seu turno, a fase final da ‘Champions’ feminina vai ter as cidades bascas de Bilbao e San Sebastián, em Espanha, como palco, estando Barcelona, também em Espanha, apontada como destino para a Liga de Campeões de futsal.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 511 mil mortos e infetou mais de 10,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.579 pessoas das 42.454 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.