SIC detém supostos assassinos da antiga andebolista

SIC detém supostos assassinos da antiga andebolista

Cinco dos seis supostos autores do assassinato, por esfaqueamento, da antiga internacional do voleibol, Macumba Albertina Maria João “Tina”, ocorrido na última sexta-feira, em Benguela, estão detidos e foram apresentados nesta segunda-feira, pelo Serviço de Investigação Criminal.

Trata-se de um grupo de jovens com entre 15 e 17 anos, que na madrugada do último dia 26, no bairro Calohombo, arredores de Benguela, interpelaram um casal na tentativa de realizarem um assalto, tendo esfaqueado mortalmente a ex-atleta com um golpe na região lombar.

De acordo com o porta-voz do SIC, sub-inspector Victorino Kotingo, que falava à Imprensa, a detenção ocorreu no dia da ocorrência

Afirmou que no acto foi igualmente apreendido uma faca, presumivelmente usada na consumação do crime.

Victorino Kotingo explicou que o corpo da malograda, de 51 anos de idade, foi examinado por uma médica legista, tendo determinado lesão na região abdominal, devido a um instrumento corto-perfurante (faca).

Avançou que já foi elaborado o respectivo processo que será remetido ao Ministério Público, órgão que se pronunciará sobre a situação carcerária dos supostos criminosos.

Albertina Maria João iniciou a carreira desportiva nos anos 80 na modalidade de basquetebol escolar e em 1986 ingressa na equipa dos Dínamos de Benguela na modalidade de voleibol.

Mais tarde, a ex-atleta representou o 1º de Maio.  

Albertina jogou ainda pelo 1º de Agosto e representou em várias ocasiões a selecção nacional, sendo considerada a melhor passadora de África.

No fim da sua carreira Tina regressou a Benguela e iniciou a praticar futsal.

Após deixar o desporto federado, passou a leccionar a disciplina de educação física, função que desempenhava até a data da sua morte.

Os restos da antiga internacional já repousam desde sábado no cemitério velho da Camunda, na cidade de Benguela.

Fonte: Angop

Close Menu