O Sindicato dos Jornalistas acompanha “caso” David Diogo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA) declarou, este sábado, em Luanda, que está a acompanhar o caso de acusação contra o jornalista David Diogo, e apelou a sociedade para o respeito do princípio da presunção de inocência.

O profissional responde a uma acusação de suposto estupro, ocorrido na zona de Cabo Ledo, província de Luanda, envolvendo uma menor de 17 anos de idade.

O caso veio à tona quando o pai da menor divulgou um áudio nas redes sociais, acusando o apresentador da TV Zimbo do cometimento do crime.

Nesta sexta-feira, David Diogo prestou depoimento numa esquadra policial, tendo sido liberado sob o termo de soltura, mediante caução carcerária.

Conforme o responsável do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Comando Provincial da Polícia Nacional em Luanda, Nestor Goubel, o processo encontra-se em fase de instrução preparatória e deverá ser remetido para o Ministério Público.

O secretário-geral do SJA, Teixeira Cândido, disse que o estupro só é confirmado mediante exame laboratorial e, enquanto não for feito e não houver julgamento, o jornalista “é inocente”.

“Esperamos que a justiça faça o seu trabalho. O SJA vai acompanhar todo o processo” , reforçou o sindicalista, em declarações à ANGOP.

David Diogo é um dos principais rostos do noticiário da estação televisiva privada Zimbo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.