Espanha soma três mortes e 191 novos casos nas últimas 24 horas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Ministério da Saúde espanhol registou três mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, o que eleva o número semanal para 13 e o total para 28.341, e somou 191 novos casos de infeção, os mesmos registados na véspera.

Segundo os dados do Ministério, o número de mortes diminuiu em cinco, em comparação com as reportadas na sexta-feira, enquanto o número total de contágios é de 248.469.

Das 191 novas contaminações registadas nas últimas 24 horas, 72 correspondem à Catalunha e 36 a Madrid. As restantes pertencem a Aragão (28), Andaluzia (18), Castela e Leão (09), Navarra (08), Baleares (06), Galiza e País Basco (05), Comunidade Valenciana (03) e Canárias (01).

Na última semana, a Comunidade de Castela e Leão reuniu o maior número de mortes, com cinco das 13 confirmadas, e a Comunidade de Madrid somou quatro.

Além disso, nos registos atualizados pelo Ministério com os dados fornecidos pelas comunidades, verificou-se uma morte na última semana nas Astúrias, Castilha La Mancha, Comunidade Valenciana e La Rioja.

O número total de casos positivos confirmados é de 248.469, o que coloca o país no oitavo lugar no mundo com mais infetados, atrás dos Estados Unidos, Brasil, Índia, Rússia, Reino Unido, Perú e Chile, e no sexto com o maior número de mortes.

A taxa de incidência cumulativa — que mede os casos diagnosticados por cada 100.000 habitantes –, é de 3,96% em toda a Espanha, doze décimas acima de sexta-feira, apresentando muitas variações entre comunidades autónomas.

O Ministério indica que são 150 as hospitalizações na última semana e 125.081 no total, dos quais 11.643 se referem a pacientes que precisaram de internamento nas Unidades de Cuidados Intensivos desde o início da pandemia, 17 dos quais na última semana.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 494 mil mortos e infetou mais de 9,82 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.