Governo reitera cumprimento das medidas de prevenção e distanciamento físico

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, apelou, nesta quinta-feira, os angolanos ao reforço das medidas de prevenção contra a Covid-19, nomeadamente a lavagem constante das mãos, o uso correcto da máscara facial e o distanciamento físico.

Ao actualizar os dados da covid-19 no país, o também especialista em saúde pública reiterou a necessidade da juventude, em particular, e da população, em geral, em “não minimizar a doença nem relaxar no cumprimento das medidas preventivas”, tendo em conta o aumento diário do número de casos positivos em Angola.

“Diariamente, estamos a registar um aumento de casos positivos no país, facto que nos obriga ao cumprimento rigoroso das medidas de prevenção, que passam pela higienização das mãos, o uso da máscara e evitar as aglomerações”, reforçou.  

Apelou ainda a população a encarar à pandemia com a devida seriedade e responsabilidade individual e colectiva, com vista a se cortar a cadeia de transmissão e propagação do vírus no país.

Na ocasião, deu a conhecer que as autoridades sanitárias colheram 150 amostras de forma aleatória, em cinco hospitais públicos de referência nacional e em três clínicas privadas, das quais cinco pessoas testaram positivo à covid-19, sendo o vínculo epidemiológico desses pacientes ainda em estudo.

Conforme o responsável, essas amostras foram colhidas no âmbito do rastreio e da testagem aleatória que está a ser feita aos doentes com síndrome respiratório agudo grave nas unidades sanitárias do país.

Nas últimas 24 horas, o país diagnosticou, pela primeira vez, desde que confirmou os dois primeiros casos positivos, em Março último, 15 pacientes infectados com à covid-19, elevando o número total para 212 doentes confirmados.

Com o registo dos 15 novos casos, eleva-se para 20 o número de infectados com o vínculo epidemiológico em estudo e a transmissão local passa para 157 pessoas.

Dos 212 infectados, dez pessoas morreram, 81  recuperaram e 121 estão activos e internados nas unidades hospitalares de Luanda.

A província de Luanda continua a ser o epicentro do contágio, com 208 casos, enquanto o Cuanza Norte tem quatro casos positivos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.