Brasil tem mais 1.141 mortos e Bolsonaro homenageia vítimas com “Ave Maria”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Brasil registou hoje 1.141 mortos pela covid-19 e o chefe de Estado, Jair Bolsonaro, numa transmissão no seu Facebook, prestou homenagem às vítimas da pandemia, pedindo ao presidente da Agência Internacional do Turismo para cantar a música “Ave Maria”.

Na transmissão ‘online’, Gilson Machado Neto, presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo, também conhecida como Embratur, tocou acordeão e cantou a música “Ave Maria”, a pedido de Bolsonaro.

“Queria aproveitar o Gilson aqui. Sei que muitos programas de rádio tocam a ‘Ave Maria’ a esta hora. Queria então prestar uma homenagem a todos os que se foram vítimas do coronavírus e pedir para o Gilson tocar a ‘Ave Maria'”, disse o chefe de Estado.

Com os 1.141 mortos registados nas últimas 24 horas, o Brasil totaliza agora 54.971 vítimas mortais devido à covid-19, segundo o Ministério da Saúde do país.

Em relação ao número de infetados, o Brasil contabilizou hoje 39.483 novos casos, num total de 1.228.114 pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus.

O país sul-americano já registou a recuperação de 673.729 pacientes infetados, sendo que 499.414 doentes continuam sob acompanhamento, de acordo com o executivo.

A letalidade da doença no Brasil, segundo país do mundo com mais mortos e infetados, mantém-se hoje em 4,5%.

A pandemia de covid-19 já provocou quase 484 mil mortos e infetou mais de 9,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.