Autoridades incineram mais de 300 quilos de liamba

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Autoridades da província do Huambo incineraram, esta sexta-feira, 382, 77 quilogramas de estupefaciente (liamba), além de mil e 857 planetas deste mesmo produto, e 17 pedras de cack ou libanga, apreendidos entre 27 de Junho de 2019 à presente data. 

O acto de destruição, decorrido no campo pelado das Cacilhas, nos arredores da cidade do Huambo, sob orientação do delegado do Ministério do Interior e comandante da Polícia Nacional nesta região, comissário Francisco Monteiro Ribas da Silva, marcou as comemorações do Dia Mundial de Luta contra as Drogas que hoje (26) se assinala.

Ao divulgar os dados, o porta-voz do Serviço de Investigação Criminal (SIC) no Huambo, Miguel Kalembe, disse que a produção, tráfico, consumo de drogas e substâncias psicotrópicas proliferam de tal maneira que já representam um verdadeiro perigo para o mundo e para Angola, em particular.

Neste sentido, informou que a droga mais predominante na província do Huambo, com uma população estimada em dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, pertence a classe das perturbadoras, no caso particular das bebidas alcoólicas e liamba.

Miguel Kalembe fez saber que a quantidade de droga incinerada foi apreendida durante micro-operações que permitiram desmantelar três dos principais focos de consumo e tráfico, com realce para os bairros Benfica e Kapango sub-urbano, ambos nos arredores da cidade do Huambo.

Ao longo deste período, segundo responsável, foram abertos 149 processos-crime que resultaram na detenção de 186 cidadãos por produção, tráfico e consumo, com idades entre 16 aos 60 anos de idade, incluindo 15 mulheres.

Testemunharam o acto, membros da administração do município do Huambo e do grupo de mulheres parlamentares, oficiais comissários e superiores dos órgãos executivos centrais do Ministério do Interior, autoridades tradicionais, representantes do Instituto Nacional de Luta Anti-drogas (INALUD) e populares que  compareceram em massa ao local, não obstante as medidas de prevenção e combate à covid-19.

A data foi instituída pela Assembleia Geral da ONU como Dia Mundial de Luta Contra as Drogas durante uma conferência internacional sobre o abuso e o tráfico de Drogas, realizada em Viena (Áustria), a 26 de Junho de 1987.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.