Supremo retoma terça-feira o julgamento do ‘Caso 500 milhões’

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Câmara Criminal do Tribunal Supremo retoma terça-feira (30) as sessões de julgamento do “Caso 500 milhões”, com as alegações orais pelas partes.

A confirmação vem expressa num Despacho do Tribunal Supremo, a que a Angop teve acesso nesta terça-feira.

No mesmo processo são arguidos o antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos “Zenu”, o ex-governador do Banco Nacional de Angola (BNA), Valter Filipe, o ex-diretor do Departamento de Gestão de Reservas do BNA, António Bule Manuel, e o empresário Jorge Gaudens Sebastião.

Inicialmente, as alegações finais do julgamento sobre a suposta transferência indevida de 500 milhões de dólares do BNA para o exterior do país estavam marcadas para 25 de Março último.

O Tribunal adiou a sessão, sem data, condicionado às medidas de contingência para conter a progresão da Covid-19.

Na base do processo está uma suposta transferência ilegal de 500 milhões de dólares norte-americanos do BNA para uma conta no Crédit Suisse de Londres, Inglaterra.

A transferência era uma espécie de pagamento avançado para uma empresa criada pelos arguidos, a fim de montar uma operação de financiamento para Angola, no valor de 30 mil milhões de dólares.

O plano assentava na constituição de um suposto Fundo de Investimento Estratégico e na utilização da empresa Mais Financial Services, S.A. como instrumento de actuação.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.