Polícia detém e expulsa 27 cidadãos da RDC

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Vinte e sete cidadãos da República Democrática do Congo (RDC) foram detidos e expulsos, terça-feira, em diversos postos fronteiriços da província do Zaire, pela Polícia de Guarda Fronteira, por tentativa de violação da cerca sanitária em vigor no país.

Segundo o Comando provincial do Zaire da Polícia Nacional, em nota distribuída hoje, quarta-feira, à ANGOP, as detenções ocorreram nos postos fronteiriços do Luvo, Jean-mary, Mpozo e no Marco-12, na sequência de uma operação de rotina levada a cabo pelos efectivos da Guarda Fronteira.

“Estes imigrantes ilegais tinham como objectivo fixar residência em localidades fronteiriças do nosso país, para depois seguirem viagem para a capital do país, Luanda”, lê-se no documento.

Esta é a segunda detenção pelas autoridades policiais de imigrantes ilegais da RDC, em menos de cinco dias. A última, ocorreu a 20 de Junho, na comuna fronteiriça do Luvo, tendo sido detidos e expulsos 11 cidadãos deste país vizinho.

A Polícia no Zaire volta a apelar à população para continuar a colaborar com as autoridades locais, denunciando os violadores de fronteira, sobretudo nesta fase em que o país, em particular, e o mundo, em geral, debate-se com a pandemia da covid-19.

A província do Zaire partilha 310 quilómetros de fronteira com a região do Congo Central, RDC.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.