Minint reforça segurança nas zonas de exploração de diamantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A delegação do Ministério do Interior na Lunda Norte vai reforçar as suas acções operativas nas zonas de exploração ilegal de diamantes, visando dinamizar o combate cerrado ao garimpo ilegal.

Considerado principal atracção dos imigrantes da República Democrática do Congo (RDC), o delegado do Interior na Lunda Norte, Alfredo Quintino “Nilo”, informou segunda-feira que a exploração ilegal de diamantes representa um perigo à estabilidade e a economia nacional, daí que deve merecer uma especial atenção nas acções deste órgão de defesa e segurança.

Falando no acto comemorativo do 41º aniversário da Polícia Nacional, o responsável disse que serão reforçadas uma série de medidas, com apoio da “Operação Transparência” nas principais zonas de exploração deste recurso, como a bacia do Cuango, com o envolvimento da população, sobretudo na denúncia.

A melhoria do patrulhamento nas comunidades, visando o combate cerrado de crimes diversos, também continua a ser uma das estratégias do Minint, cujos seus órgãos operativos (PN, Bombeiros e Serviço de Migração e Estrangeiros), registaram, de Janeiro a Maio, 690 delitos, 170 acidentes de viação, com 26 mortos e 116 feridos e o repatriamento de nove mil, 940 cidadãos estrangeiros da RDC, por permanência ilegal no território nacional.

Outro desafio do Minint para a Policia Nacional, continua a ser a formação permanente dos efectivos, em todos os domínios, visando prepara-los para os desafios da segurança pública.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.