Estados Unidos com quase 120.000 mortos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Os Estados Unidos registaram mais 304 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, atingindo os 119.959 óbitos desde o início da pandemia, de acordo com um balanço da Universidade Johns Hopkins.

O balanço, realizado às 20.00 horas locais, dá conta de 27.000 novos casos, elevando o total para mais de 2,2 milhões casos confirmados (2.278.373).

O número de novas infeções diárias diminuiu ligeiramente nas últimas 24 horas, depois de três dias consecutivos com mais de 30.000 novos casos.

Surtos de infeções em estados como a Califórnia (com mais 4.515), Florida (mais 4.049), Texas (mais 4.430) e Arizona (mais 3.109) fizeram disparar a contagem global.

O foco da pandemia nos Estados Unidos deslocou-se agora da costa leste para os estados da Califórnia, Florida, Texas e Arizona, que em conjunto representam quase metade dos novos casos a nível nacional.

Nova Iorque, onde a epidemia parece estar sob controlo, continua a ser o estado mais atingido nos EUA pela pandemia, com quase 400.000 casos confirmados e 31.083 mortes.

O número provisório de mortos – 119.959 – já ultrapassou o valor mais baixo das estimativas iniciais da Casa Branca, que projetava entre 100.000 e 240.000 mortos devido à pandemia.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, reduziu essas estimativas, antecipando que o número final seria de 50.000 a 60.000 mortes, embora nas suas últimas estimativas já previsse até 110.000 mortes, um número que também já foi ultrapassado.

Por seu lado, o Instituto de Métricas e Avaliações em Saúde da Universidade de Washington, cujos modelos para a evolução da pandemia são frequentemente utilizados pela Casa Branca, estima que os Estados Unidos chegarão a outubro com mais de 200.000 mortes.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos e mais casos de infeção confirmados.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 465 mil mortos e infetou mais de 8,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.