Mais de 461 mil mortos e de 8,7 milhões de infetados no mundo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A pandemia de covid-19 já provocou, pelo menos, 461.665 mortos no mundo desde que a China revelou oficialmente a doença, em Dezembro, indica hoje um balanço da agência noticiosa AFP, feito a partir de fontes oficiais.

De acordo com os dados diários recolhidos pela agência noticiosa francesa, 8.742.490 casos de infecção foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, dos quais 4.064.300 foram considerados curados.

No entanto, a AFP alerta que o número de casos diagnosticados apenas reflecte uma fracção do número real de contaminações porque vários países apenas testam os casos mais graves, outros utilizam os testes como prioridade para a detecção da doença, e muitos países pobres apenas dispõem de capacidades muito limitadas de despistagem.

Desde a contagem realizada no final da tarde de sexta-feira, foram registados no mundo 4.743 novos mortos e 183.333 novos casos. Os países que registaram mais novos óbitos foram o Brasil com 1.206 novos mortos, os Estados Unidos (702) e o México (647).

Os Estados Unidos, que anunciaram a sua primeira morte relacionada com o coronavírus no início de Fevereiro, são o país mais atingido, quer em número de mortos, quer em número de casos, com 119.460 mortos para 2.240.617 casos. Pelo menos 606.715 pessoas foram declaradas recuperadas.

A seguir aos Estados Unidos, os países mais atingidos são o Brasil, com 48.954 mortos e 1.032.913 casos, o Reino Unido, com 42.589 mortos (303.110 casos), a Itália com 34.610 mortos (238.275 casos) e a França com 29.633 mortos (196.594 casos).

A Bélgica é o que indica um maior número de mortos em relação à sua população, com 84 mortos por 100 mil habitantes, seguido do Reino Unido (63), Espanha (61), Itália (57) e Suécia (50).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau) revelou oficialmente um total de 83.352 casos (27 novos entre sexta-feira e hoje), com 4.634 mortos (sem mortes nas últimas 24 horas), e 78.410 pessoas recuperadas.

Hoje, a Europa totalizava às 20:00 (hora de Lisboa), 192.432 mortes por 2.506.305 casos, os Estados Unidos e o Canadá 127.915 mortos (2.341.576 casos), a América latina e as Caraíbas 91.835 mortos (1.966.918 casos), a Ásia 28.255 mortos (992.857 casos), o Médio Oriente 13.260 mortos (630.463 casos), a África 7.837 mortos (295.528 casos) e a Oceania 131 mortos (8.846 casos).

Esta balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e das informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Devido às correções fornecidas pelas autoridades ou envio tardio dos dados, os números dos aumentos em 24 horas podem não corresponder exactamente aos publicados na véspera.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.