Detidos 11 cidadãos da RDC no Luvo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Onze cidadãos da República Democrática do Congo (RDC) foram detidos sexta-feira, na comuna fronteiriça do Luvo, município de Mbanza Kongo, província do Zaire, por violação da cerca sanitária em vigor no país.

Os referidos cidadãos estrangeiros, segundo uma nota do Comando Provincial do Zaire da Polícia Nacional a que a ANGOP teve acesso hoje (sábado), entraram em território nacional por caminhos clandestinos com auxílio de alguns camponeses angolanos, que praticam agricultura ao longo da fronteira.

Estes imigrantes ilegais, todos do sexo masculino, foram expulsos no mesmo dia para o país de origem, através do posto fronteiriço do Luvo que dista a 60 quilómetros a norte da cidade de Mbanza Kongo.

No mesmo dia, a Polícia Nacional deteve, no Luvo, 11 cidadãos nacionais por violação da cerca sanitária.

Deste número de nacionais, quatro são provenientes de Luanda com o intuito de atravessar a fronteira em direcção a RDC, ao passo que sete angolanos foram detidos quando tentavam entrar ao país vindos do país vizinho.

A nota da corporação refere ainda que os 11 cidadãos angolanos foram transportados para a capital da província (Mbanza Kongo) onde cumprem a quarentena institucional.

A comuna fronteiriça do Luvo dista a 60 quilómetros da cidade de Mbanza Kongo e constitui principal porta de entrada e saída de cidadãos nacionais e estrangeiros.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.