Mais 1.269 mortos e 32.188 infetados no Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Brasil registou 1.269 mortos e 32.188 infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, estando ainda a ser investigada uma eventual relação de 4.033 óbitos com a doença, informou hoje o executivo.

O país sul-americano totaliza agora 46.510 óbitos e 955.377 casos confirmados desde o início da pandemia, registada oficialmente no Brasil no final de fevereiro.

Segundo o Ministério da Saúde brasileiro, 548 das 1.269 vítimas mortais ocorreram nos últimos três dias, mas foram incluídas nos dados de hoje.

Ainda de acordo com a tutela, a letalidade da covid-19 no país mantém-se nos 4,9%, com uma incidência de 22,1 mortes e 454,6 casos da doença por cada 100 mil habitantes, numa nação com uma população estimada de 210 milhões de pessoas.

O Brasil é o segundo país do mundo com mais mortes e também com mais casos confirmados, tendo registado, até ao momento, a recuperação de 463.474 pacientes infetados, sendo que 445.393 doentes continuam sob acompanhamento.

São Paulo, foco da pandemia no país, contabiliza oficialmente 191.517 pessoas diagnosticadas e 11.521 mortes, sendo seguido pelo Rio de Janeiro, que tem hoje 86.963 infetados e 8.138 vítimas mortais.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) indicou hoje que vê indícios de estabilização da pandemia no Brasil, mas frisou que ainda é precoce concluir se a doença já atingiu o seu pico no país.

“O crescimento não é tão exponencial como era anteriormente. Há alguns indícios de que a situação se estabilizou, mas vimos em outros países que, após alguma estabilização, os casos podem aumentar novamente”, alertou o diretor do programa de Emergências Sanitárias da OMS, Michael Ryan.

Segundo o especialista, “é um momento para se ser extremamente cauteloso e continuar com o foco em medidas de distanciamento físico, higiene e redução de eventos de massas”.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 445 mil mortos e infetou mais de 8,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.