Cuanza Norte aposta na testagem em cercas sanitárias

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Uma comissão multidisciplinar do Ministério da Saúde encontra-se desde quarta-feira em Ndalatando, província do Cuanza Norte, para o acompanhamento e testagem dos cidadãos residentes nas zonas onde foram detectados os três casos positivos de covid-19.

A informação foi prestada à Angop pela vice-governadora do Cuanza Norte para o sector Político e Social, Leonor da Silva Garibaldi, que esclareceu estar a equipa integrada por técnicos do gabinete de resposta rápida e vigilância epidemiológica do Ministério da Saúde, A mesma deverá trabalhar na província durante cinco dias em acções de testagem e rastreio dos contactos dos três casos positivos de covid-19.

Leonor Garibaldi disse que foram isoladas e criadas cercas sanitárias em duas zonas da cidade de Ndalatando, nomeadamente na rua dos Índios e no bairro Sambizanga, onde as autoridades locais estão a criar estratégias para o reforço da oferta de alguns serviços básicos para os moradores, sobretudo o abastecimento de água potável e de bens essenciais.

Já a directora do Gabinete Provincial de Saúde, Filomena Wilson, afirmou que os três cidadãos detectados com covid-19 foram evacuados para unidades de referência em Luanda, enquanto decorrem acções de localização e testagem de todas as pessoas que mantiveram conctacto com os referidos casos positivos.

Aludiu que à par do apoio técnico recebido da equipa multidisciplinar, o Cuanza Norte foi igualmente contemplado com vários equipamentos de biossegurança e fármacos.

Fontes sanitárias locais indicam a realização de 191 testes de casos suspeitos de covid-19 no período de Abril à presente data, dos quais 39 resultaram negativos e três positivos. Os demais encontram-se em processamento no laboratório central, em Luanda.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.