Cidadãos invadem apartamentos no Capari

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Mais de 50 famílias, oriundas de Luanda e do Panguila, ocupam ilegalmente apartamentos na centralidade do Capari, em Caxito, província do Bengo, desde o último final de semana, soube-se hoje, nesta cidade.

A Angop apurou tratar-se de alguns cidadãos reincidentes, que a cerca de um mês foram obrigados a abandonar os apartamentos do Bloco 8 desta centralidade, que nos últimos dias voltaram a se “apoderar” das moradias, violando assim a cerca sanitária que se observa à província de Luanda.

A invasão surgiu na sequência de rumores de que o Fundo de Fomento Habitacional, em parceria com a Imogestin, efectuaria, nos próximos tempos, o cadastramento dos ocupantes de tais casas para sua legalização.

Entre os ocupantes estão também moradores dos blocos 6, 9 e 10, que vivem como inquilinos na centralidade.

A cerca de três meses 150 residências do tipo T3, desocupadas há mais de sete anos na centralidade do Capari, província do Bengo, foram invadidas e, segundo uma fonte da Procuradoria-Geral da República, os cidadãos em causa estão a ser auscultados por este órgão.

Na altura, a sub-procuradora local, Carla Correia, referiu que os invasores incorrem no crime de usurpação de imóvel, punível no código penal.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.