África Austral é a região mais afetada e terá recessão de 8% – Oxford Economics

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A consultora Oxford Economics considerou hoje que a região da África Austral, que inclui Angola e Moçambique, será a mais afetada pela pandemia da covid-19, com uma recessão de 8% e problemas de dívida.

“A narrativa sobre África está a evoluir do resgate para a recuperação, enquanto o foco da dívida está também a mudar, da discussão sobre a liquidez para o debate sobre a solvência”, escrevem os analistas da Oxford Economics que comenta o relatório da Fitch Ratings sobre a África subsaariana, e que antevê uma queda de 7,9% no PIB da África Austral.

“O serviço de suspensão da dívida, ou reestruturação, como no caso da Zâmbia, vai aliviar a pressão sobre a liquidez em moeda externa, mas a verdade desconfortável mantém-se: os países elegíveis para participar na Iniciativa de Suspensão do Serviço da Dívida (DSSI) já devem 13 mil milhões de dólares em pagamentos devidos entre maio e dezembro”, acrescentam os analistas, na nota a que a Lusa teve acesso.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.