UNITA vai exigir inquérito parlamentar sobre “desaparecimento” de 400 milhões de kwanzas do BPC

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O grupo parlamentar da UNITA vai exigir a constituição de uma comissão parlamentar de inquérito para analisar o “desaparecimento” de 400 milhões de kwanzas (586 mil euros) do Banco de Poupança e Crédito (BPC).

“Neste momento o país está a viver um problema sério, desapareceram mais de 400 milhões de kwanzas no BPC e vamos exigir da Assembleia Nacional a constituição de uma comissão de inquérito. Seria incoerência da nossa parte, não confiando no Governo, confiarmos a gestão dos poucos recursos que nós arrecadamos à mesma comissão”, disse hoje, em conferência de imprensa, o presidente do grupo parlamentar da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), Liberty Chiaka.

Segundo o líder parlamentar, a UNITA é contra a estratégia do Governo de recapitalizar o BPC, e propõe que seja, primeiro, feita uma auditoria, uma comissão parlamentar de inquérito, para, só depois de apuradas as falhas de todo o sistema de controlo interno do BPC, no qual se inclui também o Banco Nacional de Aangola e o Ministério das Finanças, se defina “em que medida o Governo pode intervir no BPC”.

“Senão, estaremos a colocar dinheiro num saco roto, não é solução”, afirmou, acrescentando que para a UNITA a solução seria “investir nas empresas”.

“Se o Governo destinasse o valor que quer colocar no BPC às empresas para salvaguardar empregos e por via disso a produtividade e a produção, o país estaria mais bem salvaguardado”, frisou.

Na mesma conferência de imprensa, o grupo parlamentar anunciou a arrecadação de 14 milhões de kwanzas (20.800 euros), fruto de contribuição de 50% do salário dos deputados, para o combate à covid-19.

Questionado se o montante arrecadado será entregue à comissão interministerial de combate e prevenção da covid-19, Liberty Chiaka rejeitou, afirmando que o dinheiro será doado a algumas unidades hospitalares e centros médicos e de acolhimento em todo o país.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.