África ultrapassa barreira dos seis mil mortos – África CDC

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

África superou hoje a barreira dos seis mil mortos por covid-19, registando 6.040, mais 284 que na sexta-feira, e conta mais de 225 mil infeções, segundo dados oficiais divulgados pela União Africana.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infetados passou de 216.446 para 225.105, isto é, mais 8.659 pessoas doentes.

O número de recuperados subiu nas últimas 24 horas para 102.846, mais 5.778 que na sexta-feira.

A África Austral tornou-se hoje a região com mais casos no continente, superando o Norte de África, ao registar 65.278 casos de infeção pelo novo coronavírus e 1.383 mortos.

A maioria dos casos desta região concentra-se na África do Sul, o país com os números mais elevados em todo o continente africano: 61.927 infetados e 1.354 mortos.

O Norte de África continua a liderar quanto ao número de mortes (2.514), contabilizando 63.552 infeções.

A África Ocidental regista 914 mortos e 48.504 infeções, a África Oriental tem 763 vítimas mortais e 25.144 casos, enquanto na África Central há 466 mortos em 22.627 infeções.

O Egito é o país com mais mortos (1.422) em 41.303 infeções, seguindo-se a África do Sul e depois a Argélia, com 751 vítimas mortais e 10.698 infetados.

Entre os países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infeções e mortes, com 1.460 casos, registando 15 vítimas mortais.

Cabo Verde tem 697 infeções e seis mortos e São Tomé e Príncipe contabiliza 650 casos e 12 mortos, segundo as autoridades locais.

Moçambique conta 509 doentes infetados e dois mortos e Angola tem 130 casos confirmados de covid-19 e cinco mortos.

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), mantém há mais de uma semana 1.306 casos e 12 mortos, segundo o África CDC.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 423 mil mortos e infetou mais de 7,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.