França perdeu meio milhão de empregos no primeiro trimestre de 2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A França perdeu meio milhão de empregos no primeiro trimestre do ano, a maior redução trimestral pelo menos desde 1990, informou hoje o Instituto Nacional de Estatística francês (INSEE).

No primeiro trimestre do ano, o país perdeu 502.400 empregos, passando o total de empregados a ser de 25.041.400 no final de março, o nível mais baixo desde o quarto trimestre de 2017, anunciou o INSEE.

O número de postos de trabalho assalariado perdidos em França entre janeiro e março foi quase exclusivamente no setor privado (497.400), segundo os dados oficiais.

A França é um dos países mais afetados pela pandemia de covid-19, contabilizando 29.319 mortos (o quinto país com mais vítimas mortais) e mais de 191 mil casos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 412 mil mortos e infetou quase 7,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (112.833) e mais casos de infeção confirmados (quase 2 milhões). Seguem-se o Reino Unido (41.128 mortos, mais de 299 mil casos), o Brasil (39.680 mortes, mais de 772 mil casos) e a Itália (34.114 mortos, mais de 235 mil casos).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.