Marginais matam agente da PN em Luanda

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Um agente da Polícia Nacional (PN), destacado na 47ª Esquadra em Viana, foi assassinado na última terça-feira (9), elevando para 38 o total de polícias mortos, em todo o país, nos últimos três anos.

Conforme uma nota da corporação, trata-se do 1° Subchefe Manuel Miguel Bernardo, 44 anos de idade, assassinado, por marginais desconhecidos, que efectuaram disparos a queima roupa contra si.

Segundo a nota, o crime ocorreu por volta das 20 horas, no território da 48ª esquadra, quando o agente era transportado numa moto-táxi, a caminho de casa.

O mesmo foi abordado por dois indivíduos, não identificados, trajados a civil, que seguiam numa outra mota, munidos de uma arma de fogo do tipo AKM, cano cortado.

A nota explica ter sido com essa arma que a vítima foi alvejada no membro inferior esquerdo, antes de falecer, no Hospital Geral de Luanda, onde foi socorrida de imediato.

Com essa ocorrência, a corporação totaliza 129 casos de efectivos  vítimas de acções dos marginais, que causaram 38 mortos e 92 feridos.

Dados de um relatório da Direcção de Estudos e Planeamento da Corporação, de 20 de Abril último, referem que a província de Luanda liderou as estatísticas de casos.

O relatório indica que foram registados, na capital do país, 26 casos de mortes de efectivos, por acção de marginais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.