Comissão multissetorial testa jornalistas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Trinta e oito profissionais de diversos órgãos de comunicação social foram testados, nesta terça-feira, em Luanda, no âmbito do processo de prevenção contra a covid-19.

O processo de colheita de amostras aos jornalistas e repórteres de imagem destacados no Centro de Imprensa Anibal de Melo (CIAM) prossegue esta quarta-feira, com vista a abranger todos profissionais engajados na cobertura das sessões de actualização dos dados sobre à pandemia no país, numa iniciativa da Comissão Multissetorial de Prevenção e Combate à Covid-19.

Na ocasião, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, considerou esse processo como de extrema importância, por permitir saber e avaliar o estado clínico de pessoas expostas, como os jornalistas, visando prevenir-se da covid-19.

Afirmou que a iniciativa insere-se no programa de testagem em massa, que começou com as pessoas de alto risco à Covid-19.

Referiu que essa iniciativa será extensiva aos profissionais de outras áreas, tão logo estejam as condições criadas.  

Desde que começou o processo de testagem em Angola, em Março último, os laboratórios receberam um total de 12 mil e 924 amostras, das quais  96 positivas e 781 estão em processamento laboratorial.  

Com o registo de mais quatro casos positivos, nas últimas 24 horas, Angola tem um total de 96 infectados, com quatro óbitos, 38 recuperados e 54 activos.  

Do total de infectados, Angola tem 30 casos positivos importados e 62 casos de transmissão local.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.